Título II - DAS PARTES E DOS PROCURADORES
Capítulo II - DOS DEVERES DAS PARTES E DOS SEUS PROCURADORES
Seção II - DA RESPONSABILIDADE DAS PARTES POR DANO PROCESSUAL

  • Litigância de má-fé. Multa
Art. 18

- O juiz ou tribunal, de ofício ou a requerimento, condenará o litigante de má-fé a pagar multa não excedente a um por cento sobre o valor da causa e a indenizar a parte contrária dos prejuízos que esta sofreu, mais os honorários advocatícios e todas as despesas que efetuou.

Lei 9.668, de 23/06/1998 (Nova redação ao caput)
  • Redação anterior (da Lei 8.952, de 13/12/94. Vigência 12/02/95): «Art. 18 - O juiz, de ofício ou a requerimento, condenará o litigante de má-fé a indenizar à parte contrária os prejuízos que esta sofreu, mais os honorários advocatícios e as despesas que efetuou.»
  • Redação anterior (original): «Art. 18 - O litigante de má-fé indenizará à parte contrária os prejuízos que esta sofreu, mais os honorários advocatícios e todas as despesas que efetuou.»

§ 1º - Quando forem dois ou mais os litigantes de má-fé, o juiz condenará cada um na proporção do seu respectivo interesse na causa, ou solidariamente aqueles que se coligaram para lesar a parte contrária.

§ 2º - O valor da indenização será desde logo fixado pelo juiz, em quantia não superior a 20% (vinte por cento) sobre o valor da causa, ou liquidado por arbitramento.

Lei 8.952, de 13/12/1994 (Nova redação ao § 2º. Vigência 12/02/1995)
  • Redação anterior (original): «§ 2º - Não tendo elementos para declarar, desde logo, o valor da indenização, o juiz mandará liquidá-la por arbitramento na execução.»
577 jurisprudências neste artigo


Doc. LEGJUR 163.9273.9013.2100
TJSP
- Agravo de instrumento. Sentença. Cumprimento. Excesso de execução baseado em «equívoco» de cálculo injustificado. Litigância de má-fé. Admissibilidade. No entanto, a base de cálculo utilizada na decisão recorrida é excessiva. A multa deve ser de 1% sobre o valor da causa, nos termos do CPC/1973, art. 18. Recurso parcialmente provido.

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 164.7844.8007.3300
TJSP
- Execução extrajudicial anulada. Alteração intencional da verdade dos fatos evidenciada. Litigância de má-fé caracterizada. Aplicação da sanção do art. 17, II, combinado com o CPC/1973, art. 18, ambos. Multa imposta nesta oportunidade no valor equivalente a 1% do valor da causa atualizado

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 144.9131.4004.7900
TJSP
- Litigância de má-fé. Multa. Lide secundária. Conduta intencionalmente procrastinatória da seguradora não verificada. Afastamento da multa prevista no CPC/1973, art. 18. Redução dos honorários advocatícios. Recursos parcialmente providos.

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 144.9131.4003.4600
TJSP
- Recurso. Agravo regimental. Pretendida revisão de acórdão proferido pelo colegiado. Inadmissibilidade. Cabimento do recurso de Agravo Regimental apenas contra as decisões monocráticas que possam causar prejuízo ao direito da parte e, ainda, em matéria administrativa prevista em lei e em questões disciplinares envolvendo magistrado. Artigo 253, «caput», do Regimento Interno do Tribunal de Justiça de São Paulo. Incidência da multa por litigância de má-fé (CPC, art. 18). Recurso não conhecido.

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 135.7562.7006.1900
STJ
- Processual civil. Expediente avulso. Agravo regimental no agravo de instrumento. Trânsito em julgado. Devolução dos autos ao tribunal de origem. Petições protocolizadas em expediente avulso. Litigância de má-fé. Decisão mantida.
«1. Operado o trânsito em julgado no Ag 696.389/RS, os autos foram remetidos ao Tribunal de origem, em março de 2010. Inconformada, a recorrente protocolizou inúmeras petições e recursos, os quais, autuados em expediente avulso, foram todos indeferidos.

2. Tais petições e novos recursos não têm o condão de alterar a data do trânsito em julgado antes consumado.

3. Agravo regimental desprovido e, considerando a litigância de má-fé da recorrente, condeno-a, nos termos do CPC/1973, art. 18, c/c o art. 17, V e VII, do mesmo diploma legal, ao pagamento de multa de 1% (um por cento) sobre o valor corrigido da causa.»

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 144.9060.0004.7800
TJSP
- Agravo regimental. Litigância de má-fé. Multa. Interposição de recurso protelatório. Nítida intenção de dificultar o andamento do processo. Condenação, de ofício, ao pagamento de multa e indenização de acordo com o CPC/1973, art. 18, ««caput»» e § 2º. Recurso não provido.

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 136.2504.1001.3700
TRT 3 REGIãO
- Multa judicial. Multa. Litigância de má-fé. Dolo processual.
«A punição prevista no CPC/1973, art. 18 deve ser reservada às hipóteses expressamente previstas, não incidindo nos casos em que não se afigura claramente o comportamento malicioso da parte. Não há razão para apenar a parte que simplesmente se utiliza dos meios disponibilizados pelo ordenamento jurídico para defender a sua tese, ainda que sem sucesso.»

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 136.4163.3001.8300
STJ
- Agravo regimental no agravo em recurso especial. CPC/1973, art. 18. Multa. Litigância de má-fé. Não demonstração. Afastamento. Não provimento.
«1. Não comprovado o dolo na interposição de recurso fica afastada a aplicação da pena imposta no CPC/1973, art. 18.

2. Agravo regimental a que se nega provimento.»

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 136.7593.6001.2300
STJ
- Processual civil. Agravo regimental. Litigância de má-fé. Não caracterização. Decisão agravada mantida.
«1. Objetivando o recurso interposto o destrancamento do recurso especial e não ficando caracterizado o notório propósito de procrastinar a solução do litígio, descabe a aplicação da multa por litigância de má-fé de que trata o CPC/1973, art. 18.

2. Decisão agravada mantida por seus próprios fundamentos.

3. Agravo regimental desprovido.»

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Doc. LEGJUR 164.7400.5020.7200
TJSP
- Mandado de segurança. Abuso de direito. Impetraçâo simultânea de dois mandados de segurança, com objetivo de burlar o princípio do juiz natural e ampliar as possibilidades de obtenção da liminar pleiteada. Nítido ato atentatório à dignidade da justiça. Litigância de má-fe configurada. Condenação ao pagamento de multa calculada sobre o valor dado à causa. Responsabilidade do advogado e da parte, que devem preservar os fins éticos do processo. CPC/1973, art. 18. Recurso parcialmente provido

Íntegra e dados do acórdãos restritos a assinantes


Veja Relação completa
Para adicionar notas pessoais você deve se cadastrar no sistema
Já sou cadastrado
Sou um novo usuário

Veja as vantagens de ser cliente LEGJUR.

  • Conteúdo selecionado
  • Legislação, Jurisprudência e Súmulas integradas
  • Exclusivo e atualizado regularmente
  • Contém o essencial para qualquer profissional do direito
  • Acesso Total ás íntegras da Jurisprudência
  • Veja planos e preços de Acesso Total

Cadastre-se e assine já


Aguarde Carregando