Novidades

Senado. Eleitoral. Prestação de contas mais rigorosa.
Postado por Emilio Sabatovski em 01/03/2006

O projeto (PLS 391/05) aprovado pela CCJ, no dia 22/02/2006, em decisão terminativa, torna mais rigorosa a prestação de contas dos candidatos a cargos eletivos, estabelecendo que tanto o julgamento das contas dos candidatos eleitos como a divulgação de seu resultado devem ocorrer antes da diplomação. Além disso, o processo de prestação de contas poderá ser reaberto a qualquer tempo se surgirem novas informações, desde que a pedido do Ministério Público, de partido político ou do próprio candidato, sendo, nesse último caso, apenas para fins de retificação de dados.

A proposta, cujo primeiro signatário também é o senador Renan Calheiros, altera a legislação eleitoral (Lei 9.504/97) estabelecendo ainda que a rejeição de contas de campanha por conduta dolosa, em decisão que tenha esgotado todas as instâncias eleitorais, impede a diplomação ou implica a perda do mandato do candidato eleito, sem prejuízo, se for o caso, de representação à autoridade fiscal.

O relator da matéria, senador José Jorge, acolheu emenda do senador Gerson Camata (PMDB-ES), que garante às emissoras de rádio e televisão o direito de compensação fiscal pela veiculação de propaganda gratuita de plebiscitos e referendos. Atualmente, esse benefício só é concedido na divulgação de propagandas partidárias e eleitorais.

A emenda consolida, de forma clara e objetiva, as regras básicas para cálculo do ressarcimento fiscal de todas as modalidades de propaganda gratuita - afirmou Camata. Os dois projetos aprovados partiram de sugestões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Conteúdo gratuito

Pesquise com eficiência na Jurisprudência Digital

A Jurisprudência Digital foi produzida com a melhor tecnologia de tal modo a ter um melhor retorno para quem pesquisa, foi priorizada a integração entre as leis, súmulas e acórdãos, no sentido de que o consulente possa navegar entre eles que facilita sobremaneira o trabalho de pesquisa.

A Jurisprudência é Selecionada dos principais tribunais federais, e atualizada constantemente pela nossa equipe.

Adicione os Julgados aos Favoritos para consulta posterior.

CPC/2015 e CPC/1973

Notas Comparativas

O site LegJur preparou ao assinante uma edição especial exclusiva, anotada e comparativa entre o CPC/1973 e do CPC/2015 (vigência em 17/03/2016), caso não haja um comparativo os dispositivos legais são anotados como inovação legislativa. As anotações trazem, também, pesquisas básicas de jurisprudência e remissões legislativas. O site também disponibiliza ao assinante uma ampla base de dados de legislação, jurisprudência e súmulas. O valor da assinatura anual equivale apenas a um livro jurídico. Invista em você. Assine já.

Conteúdo gratuito

Gostou? Faça parte do LEGJUR você também

Assine já e tenha acesso imediato a todo o conteúdo

Assinatura Mensal

Acesso Total ao Site com Débito Automático no Cartão de Crédito

R$ 19,90

À vista

1 mês

Acesso Total ao Site com Renovação opcional

R$ 39,90

Parcele em até 3x sem juros

3 meses

Equilave a R$ 26,63 por mês

Acesso Total ao Site com Renovação opcional

R$ 79,90

Parcele em até 6x sem juros

6 meses

Equilave a R$ 21,65 por mês

Acesso Total ao Site com Renovação opcional

R$ 129,90

Parcele em até 6x sem juros

12 meses + 2 meses de Brinde

Equilave a R$ 15,70 por mês

Acesso Total ao Site com Renovação opcional

R$ 219,90

Parcele em até 6x sem juros