LEGJUR.COM - Vade Mécum Digital

Súmula nº 432/TST - Jurisprudência Selecionada

5 Documentos Encontrados

Operador de busca: Súmula

Doc. LEGJUR 144.5332.9000.4700

1 - TRT 3 Região. CLT, art. 600. Caráter confiscatório da multa progressiva. Aplicação da Súmula 432/TST.

«O CLT, art. 600, que prevê a aplicação de multa progressiva em caso de pagamento intempestivo da contribuição sindical, não foi recepcionado pela CRFB/88, em face de seu caráter confiscatório, que vai de encontro ao artigo 150, IV, da Lei Maior. Esse dispositivo foi revogado pela Lei 8.022/90, devendo-se aplicar, quanto à atualização monetária, o regramento estabelecido em seu artigo 2º.»

(Íntegra e dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR)
Plano mensal por R$ 19,90 veja outros planos
Cadastre-se e adquira seu pacote

Doc. LEGJUR 172.6745.0002.7500

2 - TST. Contribuição sindical urbana. Atraso no recolhimento. Inaplicabilidade da multa prevista no CLT, art. 600.

«A jurisprudência desta Corte, consubstanciada na Súmula 432/TST orienta que «o recolhimento a destempo da contribuição sindical rural não acarreta a aplicação da multa progressiva prevista no CLT, art. 600, em decorrência da sua revogação tácita pela Lei 8.022, de 12 de abril de 1990». A revogação tácita do CLT, art. 600 não produz efeitos restritos à contribuição sindical rural, uma vez que o referido dispositivo também é aplicável à contribuição sindical urbana. Recurso de revista conhecido e provido.»

(Íntegra e dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR)
Plano mensal por R$ 19,90 veja outros planos
Cadastre-se e adquira seu pacote

Doc. LEGJUR 190.1062.5012.2200

3 - TST. Recurso de revista 1. Contribuição sindical urbana. Atraso no recolhimento. Inaplicabilidade da multa prevista na CLT, art. 600.

«A jurisprudência desta Corte, consubstanciada na Súmula 432/TST, orienta que «o recolhimento a destempo da contribuição sindical rural não acarreta a aplicação da multa progressiva prevista na CLT, art. 600, em decorrência da sua revogação tácita pela Lei 8.022, de 12 de abril de 1990». A revogação tácita da CLT, art. 600 não produz efeitos restritos à contribuição sindical rural, uma vez que o referido dispositivo também é aplicável à contribuição sindical urbana. No entanto, tendo em vista a vedação da reformatio in pejus, impõe-se a manutenção da decisão do Tribunal Regional que determinou a aplicação da multa da CLT, art. 600 limitada ao valor do débito principal. Recurso de revista não conhecido.»

(Íntegra e dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR)
Plano mensal por R$ 19,90 veja outros planos
Cadastre-se e adquira seu pacote

Comparativo CPC/1973 e CPC/2015
Lado a lado

Compare os artigos, faça pesquisas por palavra chave, faça buscas nos artigo, contém notas jurisprudencias e legislativas em seus artigos.

Aproveite e acesse já. Liberado a todos os usuários
Acesse já

Doc. LEGJUR 138.0594.6004.5800

4 - TST. Recurso de embargos regido pela Lei 11.496/2007. Contribuição sindical rural. Multa do CLT, art. 600. Súmula 432/TST.

«A matéria encontra-se pacificada com a edição da Súmula 432/TST pelo Tribunal Pleno, em sessão extraordinária realizada no dia 6/2/2012, a qual apresenta a seguinte redação: «O recolhimento a destempo da contribuição sindical rural não acarreta a aplicação da multa progressiva prevista no CLT, art. 600, em decorrência da sua revogação tácita pela Lei 8.022, de 12 de abril de 1990-. Encontrando-se a decisão turmária em consonância com súmula do TST, o recurso de embargos não alcança conhecimento, na forma do inciso II, parte final, do CLT, art. 894. ... ()

(Íntegra e dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR)
Plano mensal por R$ 19,90 veja outros planos
Cadastre-se e adquira seu pacote

Doc. LEGJUR 143.1824.1085.1600

5 - TST. Recurso de revista. Intervalo intrajornada. Previsão em norma coletiva. Transporte coletivo urbano. Motorista (alegação de violação aos arts. 7º, XXVI, e 8º, III, da CF/88 e 71 e 611 da CLT, contrariedade às Súmula 364/TST e Súmula 432/TST e à Orientação Jurisprudencial 342 da SDI-1 desta corte e divergência jurisprudencial).

«A Orientação Jurisprudencial 342 da SBDI-1/TST foi cancelada, tendo sido convertido seu item I no item II da Súmula/TST 437, mediante a Resolução 186/2012, divulgada no DEJT em 25, 26 e 27/09/2012. Em razão do cancelamento da supracitada Orientação Jurisprudencial 342 (com a conversão de seu item I no item II da Súmula/TST 437), este Tribunal tem precedentes no sentido de que deve prevalecer, nos casos que envolvam rodoviários, o entendimento segundo o qual é possível a manutenção do posicionamento insculpido no item II da Orientação Jurisprudencial 342 da SBDI-1/TST - pelo menos em relação a apelos interpostos anteriormente ao seu cancelamento, ou em período anterior à vigência da Lei 12.619/2012. In casu, quando da interposição do recurso de revista, ainda não havia sido cancelado o citado item II da Orientação Jurisprudencial 342 da SBDI-1/TST. Contudo, mesmo levando-o em consideração, não há como se desconstituir a decisão da Corte de origem que, soberana na análise de fatos e provas (a teor da Súmula/TST 126), afirmou expressamente que a demandada não atendeu às condições elencadas no item II da Orientação Jurisprudencial 342 da SBDI-1/TST, que diziam respeito à jornada de trabalho de, no máximo, sete horas diárias ou quarenta e duas semanais, ao final de cada viagem, concluindo que «provejo parcialmente o recurso para, com fincas no item II da OJ/342/SDI/TST, determinar que a condenação no pagamento de uma hora extra pelo intervalo intrajornada não usufruído seja considerado apenas nos dias nos quais a jornada do reclamante quando em viagens ultrapassou sete horas de efetivo trabalho». Recurso de revista não conhecido.»

(Íntegra e dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR)
Plano mensal por R$ 19,90 veja outros planos
Cadastre-se e adquira seu pacote

O site Demorou 0.07 para ser carregado !