LEGJUR.COM - Vade Mécum Digital

Doc. LEGJUR 103.3733.4000.1000

1 - STJ. Consumidor. Administrativo. Hospital. Casa de saúde. Pronto socorro. Embargos de divergência em recurso especial. Energia elétrica. Unidades públicas essenciais, como soem ser hospitais; pronto-socorros; escolas; creches; fontes de abastecimento d'água e iluminação pública; e serviços de segurança pública. Inadimplência. Suspensão do fornecimento. Serviço público essencial. Precedentes do STJ. Lei 8.987/95, art. 6º, § 3º, II. Lei 7.783/89, art. 11, parágrafo único. CDC, art. 22.

«1. A suspensão do serviço de energia elétrica, por empresa concessionária, em razão de inadimplemento de unidades públicas essenciais - hospitais; pronto-socorros; escolas; creches; fontes de abastecimento d'água e iluminação pública; e serviços de segurança pública -, como forma de compelir o usuário ao pagamento de tarifa ou multa, despreza o interesse da coletividade. 2. É que resta assente nesta Corte que: «O princípio da continuidade do serviço público asse... (Continua)

(Dados do acórdão disponível para assinantes LEGJUR - Cadastre-se e adquira seu pacote)

Referência(s):
Consumidor (Jurisprudência)
Administrativo (Jurisprudência)
Hospital (Jurisprudência)
Casa de saúde (Jurisprudência)
Pronto socorro (Jurisprudência)
Embargos de divergência (Jurisprudência)
Energia elétrica (Jurisprudência)
Eescolas (Jurisprudência)
Creches (Jurisprudência)
Iluminação pública (Jurisprudência)
Segurança pública (Jurisprudência)
Suspensão do fornecimento (v. Energia elétrica) (Jurisprudência)
Serviço público essencial (Jurisprudência)
Lei 8.987/95, art. 6º, § 3º, II (Legislação)
Lei 7.783/89, art. 11, parágrafo único (Legislação)
CDC, art. 22
O site Demorou 8.65 para ser carregado !