Voltar ao Topo

CDC - CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDORAcesse o Código de Defesa do Consumidor e verifique como a navegação entre os artigos é fácil, e também contém jurisprudência selecionada em seus artigos.

ACESSE AQUI
CCB/2002 - CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO/2002Acesse o Código Civil Brasileiro de 2002 e verifique como a navegação entre os artigos é fácil, e também contém jurisprudência selecionada em seus artigos.

ACESSE AQUI
CLT - CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHOAcesse a CLT - Consolidação das Leis do Trabalho e verifique como a navegação entre os artigos é fácil, e também contém jurisprudência selecionada em seus artigos.

ACESSE AQUI
Jurisprudência de qualidadeÉ aquela rara manifestação judicial que vale a pena consultar, é aquela que tem aval da Constituição e tem compromisso com o cidadão e com as pessoas.
Jurisprudência de qualidadeÉ aquela que é fundamental na construção de uma ponte segura em direção a uma jurisdição e a uma advocacia de qualidade.
Jurisprudência de qualidadeÉ aquela que simplifica e dá vida a temas complexos e a jurisdição.
Jurisprudência de qualidadeÉ aquela que ajuda a qualificar o profissional e o futuro profissional do direito.
Jurisprudência de qualidadeÉ aquela capaz de receber o respeito das pessoas, do cidadão e das partes.
Aval da ConstituiçãoSem aval constitucional, não há tese jurídica, não há lei, não há normativo, não há obrigação de qualquer natureza que vincule legitimamente um cidadão.
Tutelagem estatalO cidadão e as pessoas são livres. «Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão/1789. Art. 1º - Os homens nascem e são livres e iguais em direitos. [...].»
Tutelagem estatalA tutelagem sobre as pessoas e sobre o cidadão não tem aval constitucional nem filosófico. Estados, governos, e principalmente a jurisdição prestam serviços, servem a sociedade, as pessoas e o cidadão.
O Estado e a prestação de serviço públicoA função primordial do estado, dos governos e da jurisdição é prestar serviços ao cidadão e as pessoas e não servir-se deles.
O Estado e a prestação de serviço públicoO conceito do Estado prestador de serviços nasceu com a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789/França este compromisso com o cidadão não está na esfera de disposição de nenhum parlamento, governo ou jurisdição.
Princípio da legalidadeNinguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei (CF/88, art. 5º, II).
Princípio da legalidadeEntenda-se aqui, o sentido de «lei» como «lei material» e aval da Constituição e principalmente da cláusula mandato de que trata art. 1º, parágrafo único, da CF/88.
Princípio da legalidadePortanto, nenhum cidadão ou pessoa tem a obrigação de cumprir qualquer normativo, ou decisão judicial, sem o aval constitucional.
Constitucionalidade casuística.A constitucionalidade é fundamentalmente casuística, não milita qualquer presunção em favor de qualquer pronunciamento, seja, ele judicial, governamental, ou mesmo do Congresso.
Compromisso com a ConstituiçãoQuem demite-se do compromisso com a Constituição, não é Magistrado, não é Advogado, não é Promotor de Justiça, não é Delegado de Polícia, não é Servidor Público, não é Parlamentar, não é sequer cidadão.
PROMOÇÃOAdquira o Pacote LEGJUR de 1 ANO e GANHE:
2 meses adicionais se você já é cliente (14 meses)
1 mês adicional para novos clientes (13 meses)

LEGJUR.COM - Vade Mécum Digital
O seu Portal de Legislação, Jurisprudencia, Súmulas, Exame da Ordem, Livros Digitais e Notícias
www.legjur.com

Carregando...


Download Gratuito
Busca por Palavra Chave


PESQUISA AVANÇADA DE JURISPRUDÊNCIA
Busca por Palavra Chave

Pesquisa por palavra chave



Busca por campos específicos

Pesquise número da jurisprudência

Pesquise Nome do Relator

Pesquise Número Doc. LEGJUR

Busca por artigo da Legislação
-


lei nº 8.009/1990 art. 2

48 Documentos Encontrados

Operador de busca: Legislação

Ordenar por:

Decreto-lei nº 3914/1941 <- Veja Legislação relacionada a pesquisa.

Imprimir pagina Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Adicione o LEGJUR nos Favoritos Compartilhe no Google+

(DOC. LEGJUR 103.1674.7506.1800)

1 - STJ. Execução fiscal. Penhora. Bem de família. Aparelho de ar condicionado. Impenhorabilidade reconhecida. Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«É impenhorável o imóvel residencial caracterizado como bem de família, bem como os móveis que guarnecem a casa, nos termos do art. 1º, e seu parágrafo único, da Lei 8.009, de 25/03/90. Precedentes: AgRg no AG 822.465/RJ, Rel. Min. José Delgado, DJU de 10/05/2007; REsp 277.976/RJ, Rel. Min. Humberto Gomes de Barros, DJU de 08/03/2005; REsp 691.729/SC, Rel. Min. Franciulli Netto, DJU de 25/04/2005; e REsp 300.411/MG, Rel. Min. Eliana Calmon, DJU de 06/10/2003. O artigo 2º da mencion... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7494.2200)

2 - STJ. Execução. Penhora. Embargos à execução. Desconstituição de penhora. Bem de família. Piscina licalizada em imóvel contíguo. Impenhorabilidade afastada. Lei 8.009/90, art. 2º, parágrafo único.

«Se a residência do devedor abrange vários lotes contíguos e alguns destes suportam apenas acessões voluptuárias (piscina e churrasqueira) é possível fazer com que a penhora incida sobre tais imóveis, resguardando-se apenas aquele em que se encontra a casa residencial. Imóveis distintos, ainda que contíguos, podem ser desmembrados, para que se faça a penhora. Interpretação teleológica da Lei 8.009/90, art. 2º, parágrafo único, para evitar que o devedor contumaz se locuplete ... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7433.3200)

3 - TRT 2 Região. Penhora. Execução. Móveis que guarnecem a residência. Utensílios domésticos, eletro-eletrônicos, bicicleta ergométrica e cristais. Impenhorabilidade não reconhecida. Lei 8.009/90, art. 2º.

«Utensílios domésticos, eletro-eletrônicos, bicicleta ergométrica e cristais são penhoráveis por estarem inseridos na categoria dos móveis suntuosos de que trata o art. 2º da Lei 8.009/90.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7442.6100)

4 - TRT 2 Região. Penhora. Execução. Móveis que guarnecem a residência. Utensílios domésticos, eletro-eletrônicos, bicicleta ergométrica e cristais. Impenhorabilidade não reconhecida. Considerações do Juiz Paulo Augusto Camara sobre o tema. Lei 8.009/90, art. 2º.

«... É certo que a doutrina e a jurisprudência hodiernas trilham no sentido de que os bens que usualmente guarnecem uma residência são impenhoráveis, tais como a geladeira, o fogão, os assentos, os armários e as mesas com cadeiras, pois os mesmo são imprescindíveis ao convívio humano. Todavia, não é este o caso dos autos, vez que os objetos constritos são suntuosos e atraem a aplicação do art. 2º da Lei 8009/90. A certeza de que poucas pessoas têm a prerr... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7405.8500)

5 - TAMG. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão, antena parabólica, som e estante. Impenhorabilidade reconhecida, salvo se constituírem obras de arte e adornos suntuosos. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Doutrina e jurisprudência já pacificaram que os equipamentos existentes na unidade familiar, aí incluídos televisão, antena parabólica, som, estante, são impenhoráveis, salvo se constituírem obras de arte ou adornos luxuosos. A impenhorabilidade de que trata a Lei 8.009/90 compreende tudo o que, usualmente, se mantém na moradia, e não somente o indispensável para torná-la habitável.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7389.5700)

6 - STJ. Penhora. Execução fiscal. Bem de família. Impenhorabilidade. Móveis não suntuosos que guarnecem a residência (mesa de jantar, cadeiras e sofá de couro e penhoráveis a arca-oratório e o buffet de madeira). Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«São impenhoráveis os móveis de uso doméstico, dentre eles incluindo certos equipamentos, não considerados suntuosos ou como demonstração exterior de riqueza, quando úteis para o conforto de quem habita a residência, distinguindo-se aqueles que se destinam a embelezar o ambiente dos que se constituem peça essencial à vida familiar. Dentro deste enfoque, são impenhoráveis mesa de jantar, cadeiras e sofá de couro e penhoráveis a arca-oratório e o buffet de madeira.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7387.8100)

7 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Esteira elétrica e piano de parede. Impenhorabilidade afastada. Precedente do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«É impenhorável o imóvel residencial caracterizado como bem de família, assim como os móveis que guarnecem a casa, nos termos do art. 1º e seu parágrafo único da Lei 8.009/90. Nos termos do art. 2º do referido diploma legal, que dispõe sobre a impenhorabilidade do bem de família, são excluídos da impenhorabilidade os veículos de transporte, as obras de arte e os adornos suntuosos. Na hipótese dos autos, entre os bens penhorados, a esteira elétrica e o piano de parede não est... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7375.2000)

8 - 2 TACSP. Penhora. Execução. Bem de família. Fogão, geladeira e televisão. Impenhorabilidade reconhecida. Freezer e o buffet. Bens não essenciais à subsistência. Caráter supérfluo. Cabimento. Precedentes do 2º TACSP. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«... só podem ser considerados impenhoráveis os bens indispensáveis ao funcionamento de uma residência, ou seja, aqueles necessários à vida familiar, como fogão, geladeira e televisão, descabendo a extensão a todo e qualquer móvel, como entendeu o ilustre magistrado. Por isso, considero que o freezer e o buffet de madeira são penhoráveis, eis que, embora úteis, não são indispensáveis à sobrevivência da família, já que não são essenciais à habitabilidade. ...» (Juiz An... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7297.8800)

9 - STJ. Penhora. Execução. Impenhorabilidade. Bem de família. Forno de microondas e aparelho de ar condicionado. Caracterização. Bens guarnecedores da residência. Inexistência de superfluidade ou suntuosidade. Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A regra de impenhorabilidade da Lei 8.009/90 alcança não apenas o imóvel residencial da família, mas lança a regra protetiva também sobre os bens móveis que o guarnecem, excetuados aqueles de natureza supérflua ou suntuosos. Na hipótese, o forno de microondas e o aparelho de ar condicionado penhorados não configuram bens supérfluos ou suntuosos, merecendo, dessarte, a tutela desta norma protetiva.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7289.3000)

10 - STJ. Penhora. Execução. Impenhorabilidade. Precedentes do STJ. Piano considerado, «in casu», adorno suntuoso. Lei 8.009/90, art. 2º.

«Quanto ao piano, não há nos autos qualquer elemento a indicar que o instrumento musical seja utilizado pelo Recorrente como meio de aprendizagem, como atividade profissional ou que seja ele bem de valor sentimental, devendo ser considerado, portanto, adorno suntuoso. Incidência do disposto no art. 2º da Lei 8.009/90.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.2110.5041.0900)

11 - STJ. Penhora. Televisor. Execução fiscal. Bem de família. Impenhorabilidade, inclusive das utilidades. Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único, e 2º. CPC, art. 659 e § 2º. Súmula 205/STJ.

«A impenhorabilidade não alberga apenas os móveis essenciais à moradia familiar, mas, também, aqueles de utilidade ao cotidiano familiar, excluídos os bens de luxo e adorno (Lei 8.009/90). A compreensão das exclusões deve ter por luzeiro a interpretação construtiva e a «natureza das coisas» que rege a vida familiar e de toda a sociedade («Est modus in rebus, sunt certi denique fines» - «Sátiras» - Livro I, 1.106). Em contrário pensar, seria injuriar o bom senso.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7285.6800)

12 - STJ. Penhora. Execução fiscal. Bem de família. Aparelho de televisão. Impenhorabilidade reconhecida. Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único, e 2º. CPC, art. 659 e § 2º. Súmula 205/STJ. Lei 6.830/80, art. 11.

«A impenhorabilidade não alberga apenas os móveis essenciais à moradia familiar, mas, também, aqueles de utilidade ao cotidiano familiar, excluídos os bens de luxo e adorno (Lei 8.009/90). A compreensão das exclusões deve ter por luzeiro a interpretação construtiva e a «natureza das coisas» que rege a vida familiar e de toda a sociedade («Est modus in rebus, sunt certi denique fines» - «Sátiras» - Livro I, 1.106). Em contrário pensar, seria injuriar o bom senso.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7260.2400)

13 - 2 TACSP. Penhora. Execução. Bem de família. Aparelho de televisão. Bens imprescindíveis à residência. Impenhorabilidade. Freezer, forno de microondas e aparelho de som. Bens de luxo. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«O aparelho de televisão se constitui em instrumento de lazer, por isso essencial pela serventia representada. Já o mesmo não se há de dizer com relação ao freezer, forno de microondas e aparelho de som, que longe de serem necessários a um mínimo de conforto, no ambiente social brasileiro atual, devem ser considerados objetos de luxo de família de nível médio.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7237.0600)

14 - 2 TACSP. Penhora. Execução. Bem de família. Incidência sobre bem móvel e eletrodoméstico que guarnecem a residência da devedora. Inadmissibilidade. Impenhorabilidade reconhecida. Televisão. Geladeira. Adorno suntuoso ou bem supérfluo não caracterizado. Exegese da Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Considerando os critérios da essencialidade e da utilidade, o televisor e a geladeira, por integrarem o cotidiano de qualquer pessoa, independentemente de sua condição social, não podem ser conceituados, hodiernamente, como bens supérfluos e muito menos adornos suntuosos, para os fins legais.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7228.0300)

15 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Telefone. Direito de uso de linha telefônica. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º e 2º.

«O direito pretoriano do STJ, na exegese dos arts. 1º e 2º da Lei 8.009/90, construiu que o texto legal afasta da excutição o imóvel residencial próprio do casal, ou da entidade familiar (bem de família), compondo-se-o também de seus equipamentos e, entre tais, o direito ao uso de terminal de linha telefônica, imprescindível a uma residência, como veículo de comunicação e de utilidade pública.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7243.1300)

16 - TRT 17 Região. Penhora. Bem de família. Bar de sala. Bem móvel que guarnece a casa do devedor bem não essencial à casa e a manutenção da família. Bem suntuoso e de grande luxo. Lei 8.009/90, art. 2º.

«Um «bar de sala» não se constitui em bem essencial a casa e à manutenção da família. É na verdade, um bem suntuoso e de grande luxo e, nos termos do art. 2º da Lei 8.009/90 excluem-se da impenhorabilidade.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7217.4100)

17 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Telefone. Única linha telefônica. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º e 2º.

«À luz dos arts. 1º e 2º da Lei 8.009/90, a única linha telefônica da entidade familiar está compreendida na cláusula «bem de família», sendo, por conseqüência, impenhorável. Precedentes do STJ: REsp 111.088/RS e REsp 119.645/SP (Boletim 155/12.168).»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7204.3100)

18 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Aparelho televisor. Impenhorabilidade reconhecida. Adorno suntuoso não reconhecido. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«O aparelho de TV inclui-se no equipamento que usualmente guarnece a moradia do devedor, não se podendo tê-lo como objeto de adorno ou de luxo. Recurso especial conhecido, em parte, e provido.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7198.7100)

19 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Hermenêutica. Aparelho de televisão, jogo de sofá, máquina de lavar roupa e máquina de lavar louça. Impenhorabilidade. Vídeo cassete. Penhorabilidade. Precedentes do STJ. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º. Dec.-lei 4.657/42 (LICCB), art. 5º.

«A Lei 8.009/90, ao dispor que são impenhoráveis os equipamentos que guarnecem a residência, inclusive móveis, não abarca tão-somente os indispensáveis à moradia, mas também aqueles que usualmente a integram e que não se qualificam como objetos de luxo ou adorno. O aparelho de vídeo cassete, no entanto, salvo situações excepcionais, não se inclui entre os bens impenhoráveis, consoante orientação acolhida pela Turma. Ao Juiz, em sua função de intérprete e aplicador da lei,... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7034.2500)

20 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Equipamentos que guarnecem a residência. aparelhos de televisão, de som e vídeo-cassete e forno de microondas. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, art. 1º, parágrafo único e 2º.

«O direito pretoriano da Corte, na exegese dos arts. 1º e 2º da Lei 8.009/90, construiu que o texto legal afasta da excutição o imóvel residencial próprio do casal, ou da entidade familiar (bem de família), compondo-se-o também de seus equipamentos e, entre tais têm-se como compreendidos os aparelhos de televisão, de som e vídeo-cassete e forno de microondas; e não considerados como adornos suntuosos.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7184.2200)

21 - TAMG. Penhora. Execução. Bem de família. Bens móveis. Impenhorabilidade. Cristaleira, conjunto de mesas, arca de madeira e buffet. Suntuosidade não caracterizada na hipótese. (Há voto vencido). Lei 8.009/90, arts. 1º. parágrafo único e 2º.

«A finalidade da Lei 8.009/90 é assegurar uma residência digna à família, tornando impenhoráveis os móveis que a guarnecem, dentre eles, cristaleira, conjunto de mesas, arca de madeira e buffet, bens que não se caracterizam pela suntuosidade. V.v. - Móveis de valor histórico e estimativo, como cristaleira, arca de madeira, buffet e conjunto de mesas de canto, não são protegidos pela impenhorabilidade da Lei 8.009/90 (Juízes Duarte de Paula e Kildare Carvalho).»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7031.0700)

22 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Bem imóvel residencial e equipamentos. Telefone. Direito de uso de terminal telefônico. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«O direito pretoriano do STJ, na exegese dos arts. 1º e 2º da Lei 8.009/90, construiu que o texto legal afasta da excutição o imóvel residencial próprio do casal, ou da entidade familiar (bem de família), compondo-se-o também de seus equipamentos e, entre tais o direito ao uso de terminal de linha telefônica; imprescindível a uma residência, como veículo de comunicação e de utilidade pública.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7031.1000)

23 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Existência de vários aparelhos. Impenhorabilidade reconhecida em relação aos necessários. Exclusão dos excedentes. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A Lei 8.009/90 foi concebida para garantir a dignidade e funcionalidade do lar. Não foi propósito do Legislador, permitir que o pródigo e o devedor contumaz se locupletem, tripudiando sobre seus credores. Na interpretação da Lei 8.009/90, não se pode perder de vista seu fim social; A impenhorabilidade não se estende a objeto de natureza suntuária; Se a residência é guarnecida com vários utilitários da mesma espécie, a impenhorabilidade cobre apenas aqueles necessários ao funci... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7031.0400)

24 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisor e tanquinho de lavar roupa. Impenhorabilidade reconhecida. Suntuosidade não reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Não subsiste a penhora incidente sobre aparelho televisor e «tanquinho» de lavar roupa que guarnecem a casa do seu proprietário, pois tais móveis são considerados bens de família. Precedentes das 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª Turmas do STJ: REsp 111.142/SP, REsp 98.018/MG, REsp 106.051/SP (BIJ 133/10.124), REsp 84.511/SP e REsp 119.479/SP.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7031.1100)

25 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Telefone. Linha telefônica. Impenhorabilidade reconhecida. Suntuosidade não caracterizada. Proteção aos bens que usualmente integram uma residência. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«O manto da impenhorabilidade dos bens patrimoniais residenciais consagrada no bojo da Lei 8.009/90, diploma de eficácia geral e imediata, abrange não somente os móveis indispensáveis e essenciais à guarnição da habitação do devedor com um mínimo de dignidade, como também os que habitualmente integram a residência, destinados a utilização prática do dia-a-dia, excluídos apenas os objetos supérfluos de luxo ou suntuosos. O STJ, prestigiando o cunho social de alta relevância ... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7023.1500)

26 - TRF 4 Região. Penhora. Execução. Bem de família. Geladeira e «freezer». Impenhorabilidade reconhecida. Suntuosidade afastada. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Nos termos do «caput» do art. 2º da Lei 8.009/90, geladeira e «freezer» não podem ser incluídos no rol de «adornos suntuosos», até porque são equipamentos necessários para a vida moderna.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7021.2400)

27 - TJSC. Penhora. Execução. Alienação fiduciária. Bem de família. Profissão. Alegação de impenhorabilidade do automóvel objeto da garantia, por constituir instrumento de trabalho do devedor. Inadmissibilidade. CPC, art. 649, VI. Lei 8.009/90, art. 2º.

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7161.0200)

28 - TAMG. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Impenhorabilidade reconhecida. Inexistência de suntuosidade. (Há voto vencido entendendo que televisão em cores, aparelho de som e vídeo cassete, não podem ser considerados imprescindíveis à sobrevivência da família). Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«É impenhorável o único aparelho televisor da residência do executado, visto que não se trata de objeto de luxo ou adorno, mas de equipamento necessário para um mínimo de conforto e lazer. V.v. - Os bens que visam ao simples deleite, como televisão em cores, aparelho de som e vídeo cassete, não podem ser considerados imprescindíveis à sobrevivência da família, encontrando-se, destarte, afastados da impenhorabilidade estabelecida no art. 1º, parágrafo único, da Lei 8.009/90 (... (Continua)

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7170.0500)

29 - TJSP. Penhora. Execução. Bem de família. Aparelho de som e televisão. Natureza suntuosa não caracterizada. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Penhora de bens móveis que guarnecem a residência. Impenhorabilidade. Exegese dos arts. 1º, parágrafo único, e 2º, da Lei 8.009/90. Aparelhos de televisão e de som não se qualificam como «obras de arte e adornos suntuosos». Finalidade social.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7171.0400)

30 - TJSP. Penhora. Execução. Bem de família. Aparelho de som e televisão. Suntuosidade não caracterizada. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º. Exegese.

«Penhora de bens móveis que guarnecem a residência. Impenhorabilidade. Exegese dos arts. 1º, parágrafo único, e 2º, da Lei 8.009/90. Aparelhos de televisão e de som não se qualificam como «obras de arte e adornos suntuosos». Finalidade social.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7160.3200)

31 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Objeto útil e não adorno suntuoso. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, art. 2º.

«O art. 2º da Lei 8.009/90, não alcança o televisor, porque ele não é adorno, mas objeto útil e não suntuoso.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7157.0900)

32 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Aparelho de som. Condições mínimas de lazer e informação. Impenhorabilidade reconhecida. Vídeo cassete penhorável. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Bem de família. As duas Turmas da 2ª Seção consideram impenhoráveis, entre os bens que guarnecem a moradia do devedor, o aparelho de televisão e o de som que, sem ostentação e requinte, oferecem condições mínimas de lazer e de informação. O aparelho de videocassete não se inclui na lista desses bens indispensáveis ao conforto e habitabilidade, protegidos pela Lei 8.009/90, uma vez que de ordinário serve para satisfazer o gosto refinado de quem quer escolher o tempo, o títul... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7159.1500)

33 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Aparelho de som. Impenhorabilidade reconhecida. Vídeo cassete penhorável. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«O televisor e o aparelho de som incluem-se no equipamento que usualmente guarnece a moradia do devedor. Na mesma situação não se compreende o vídeo cassete. Precedentes do STJ.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7149.5200)

34 - 1 TACSP. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão e sua mesa. Bar, banquetas e ventilador. Impenhorabilidade reconhecida. Bens voluptuários não caracterizados. Lei 8.009/90, art. 2º.

«A televisão e sua respectiva mesa são equipamentos que, nas suas finalidades se entende necessários à guarnição de uma casa. Assim tem entendido a jurisprudência dos Tribunais. O bar, banquetas e ventilador de pé não podem ser equiparados a bens voluptuários e excluídos do favor legal. São equipamentos necessários, além de não possuírem valor econômicos relevantes porque adaptados ao local onde se encontram e dificilmente se adaptarão espacialmente a outro local.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7144.5700)

35 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Telefone. Terminal telefônico. Adorno suntuoso não caracterizado. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, art. 2º.

«O telefone, que não é adorno suntuoso, é alcançado pela impenhorabilidade estatuída pela Lei 8.009/90.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7006.6500)

36 - TAPR. Penhora. Execução. Bem de família. Aparelhos de som e televisão. Bens supérfluos caracterizados. Impenhorabilidade não reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A impenhorabilidade a que se refere a Lei 8.009/90, referente aos bens que guarnecem a casa do devedor, visa resguardar a sua dignidade e de sua família e, conseqüentemente, não alcança bens supérfluos ou normalmente destinados a lazer, a exemplo de aparelho de som e televisor a cores.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7006.6400)

37 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Aparelho de televisão. Impenhorabilidade reconhecida. Bem suntuoso não caracterizado. Lei 8.009/90, art. 2º.

«O televisor está afastado da abrangência do art. 2º da Lei 8.009/90, porque não é adorno, mas objeto útil e não suntuoso.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7131.4900)

38 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Impenhorabilidade. Aparelho de televisão. Inexistência de suntuosidade. Lei 8.009/90, art. 2º.

«O televisor está afastado da abrangência do art. 2º da Lei 8.009/90, porque não é adorno, mas objeto útil e não suntuoso.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7129.9500)

39 - TRT 3 Região. Penhora. Bem de família. Impenhorabilidade. Objeto suntuoso. Conceito. Hermenêutica. Execução trabalhista. Crédito trabalhista. Interpretação restritiva na Justiça do Trabalho. Lei 8.009/90, art. 2º.

«Entende-se como suntuoso qualquer objeto que esteja na residência do executado, desde que não seja essencial à utilização dos seus familiares, sem, contudo, representar conforto excessivo ou exibicionismo, tal como computador e outros objetos de luxo. Aliás, a Lei 8.009/90 deve ser interpretada restritivamente na Justiça do Trabalho, dada a sua duvidosa constitucionalidade, face ao que dispõem os arts. 7º e 114 da CF/88, que asseguram direitos aos trabalhadores, além de «ação, ... (Continua)

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7002.5600)

40 - TAPR. Penhora. Execução. Bem de família. Profissão. Veículo. Automóvel como instrumento de trabalho. Impenhorabilidade prevista no art. 649, VI, do CPC, não afastada pelo art. 2º da Lei 8.009/90.

«O contido no art. 2º da Lei 8.009/90 não afasta a impenhorabilidade de veículo que seja instrumento de trabalho, tal como previsto no art. 649, VI, do CPC.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7101.3600)

41 - STJ. Penhora. Bem de família. Telefone. Direito ao uso de terminal telefônico. Impenhorabilidade reconhecida. Exclusão dos veículos, objetos de arte e adorno suntuoso. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A impenhorabilidade compreende tudo o que, usualmente, se mantém em uma residência e não apenas o indispensável para fazê-lo habitável. Excluem-se apenas objetos de arte e adornos suntuosos, além de veículos. O direito ao uso de terminal telefônico há de entender-se como compreendido entre os equipamentos, não sendo, pois, passível de penhora.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7107.3700)

42 - TRT 2 Região. Execução trabalhista. Penhora. Bem de família. Impenhorabilidade. Supérfluos. Conceito. Utensílio. Eletrodomésticos. Natureza superflua diante do crédito alimentar do empregado. Lei 8.009/90, art. 2º.

«O limite da impenhorabilidade decretada na Lei 8.009/90 há de se conter nas fronteiras do razoável. O que seja suntuoso ou supérfluo para se amoldar à exceções do art. 2º define-se à luz dos valores em conflito. Diante do crédito alimentar do empregado, voltado a suprir necessidades vitais, modernos utensílios eletro-domésticos afloram supérfluos, prescindíveis para mantença do lar, com a tônica do luxo.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7133.6100)

43 - STJ. Penhora. Execução. Bem de família. Impenhorabilidade do móveis e equipamentos que guarnecem a residência. Televisor. Aparelho de som. Exaustor do fogão. Inexistência de bem suntuoso. Lei 8.009/90, arts. 1º, páragrafo único e 2º.

«Assentou a jurisprudência das Turmas que formam a Segunda Seção do STJ que os equipamentos que guarnecem a residência da entidade familiar, dentre os quais se incluem o aparelho de televisor, a aparelhagem de som comum e o exaustor do fogão, e que não se definem como «veículos de transporte, obras de arte e adornos suntuosos», são impenhoráveis, por aplicação da Lei 8.009/90.»

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7096.2700)

44 - TRT 15 Região. Penhora. Execução. Bem de família. Televisão. Aparelho de som. Geladeira. Impenhorabilidade reconhecida. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º. Alcance.

«Se a norma legal dispõe expressamente acerca da impenhorabilidade quer do imóvel residencial, quer em relação a todos os equipamentos ou móveis que o guarnecem, salvo obras de arte e adornos suntuosos, por evidente, televisão, geladeira, aparelho de som e outros bens próprios e comuns em qualquer lar, estão excluídos da constrição judicial. Inteligência do art. 1º, parágrafo único, combinado com o art. 2º, da Lei 8.009/90.»

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7099.5200)

45 - 1 TACSP. Penhora. Bem de família. Móveis que guarnecem a residência. Conceito. Televisão. Bem não suntuoso. Refrigerador, a mesa e as cadeiras. Bens necessários ao lar. Impenhorabildiade reconhecida quanto a estes bens. Máquina de escrever. Bem dispensável. Penhorabilidade reconhecida quanto a este. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A lei fala em «móveis que guarnecem a casa» (Lei 8.009/90, art. 1º, parágrafo único). Guarnecer, segundo LELLO UNIVERSAL, significa «prover do necessário». A evidência, portanto, a máquina de escrever, ante a natureza da residência, onde não se pratica indúistria nem comércio, é bem desnecessário aos moradores. O televisor, ao contrário, não é bem suntuoso e, na sociedade moderna, é utilitário que assegura comunicação, lazer e cultura, No mesmo sentido Ap. ... (Continua)

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7082.0100)

46 - TRT 4 Região. Penhora. Execução. Bem de família. Máquina de lavar roupa. Impenhorabilidade reconhecida. Bicicleta Caloi-Ceci. Penhorabilidade. Inclusão no conceito de «veículos de transporte». Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«A máquina de lavar roupa está na condição de «móveis que guarnecem a casa», tornando-se, portanto, impenhorável uma vez que necessária para a manutenção das roupas limpas da família por uma dona de casa que trabalha fora, a qual em sua terceira jornada de trabalho necessita da máquina de lavar roupas. Sinale-se, por oportuno, que a biclicleta Caloi-Ceci esta excluída da impenhorabilidade, pois trata-se de «veículo de transporte», bem possível de penhora, seguindo, deste mo... (Continua)

Opções
ÍNTEGRA NÃO DISPONÍVEL - EMENTA P/CITAÇÃO - INDICAR - ADICIONAR FAVORITO

(DOC. LEGJUR 103.1674.7067.9700)

47 - STJ. Penhora. Bem de família. Impenhorabilidade de aparelhos que guarnecem à casa. Descaracterização de TV em cores como adorno suntuoso. Inteligência dos arts. 1º, parágrafo único e 2º da Lei 8.009/90. Precedentes do STJ.

«O direito pretoriano da Corte, na exegese dos arts. 1º e 2º da Lei 8.009/90, construiu que texto legal afasta da excutição o imóvel residencial próprio do casal, ou da entidade familiar (bem de família), compondo-se-o também de seus equipamentos e, entre tais encontra-se o aparelho de TV que, por ser a cores, não se a tem como adorno suntuoso. É que tal bem, extremamente corriqueiro e adquirido por pessoas de baixa renda, geralmente comercializado no tipo colorido, como veículo d... (Continua)

Opções

(DOC. LEGJUR 103.1674.7053.6700)

48 - 1 TACSP. Penhora. Bem de família. Televisão a cores oferecido pela própria executada. Equipamento que, no mundo moderno, é imprescindível ao aprimoramento cultural e indispensável à vida familiar, só oferecido à penhora por ignorância. Impenhorabilidade da Lei 8.009/90. Declaração de voto vencido, sustentando a irretroatividade da lei nova, a qualidade de bem supérfluo e a renúncia ao privilégio. Lei 8.009/90, arts. 1º, parágrafo único e 2º.

«Inegável, portanto, observada a realidade da vida, enquadrar-se o televisor, a cores ou não, a exemplo do rádio, entre os móveis que guarnecem a casa. Ademais, esse aparelho eletrônico é de evidente utilidade, necessário mesmo ao desenvolvimento da arte e da cultura. Receptor de imagem e som, também se destina, além do entretenimento, a informar e a instruir. Portanto, imprescindível, máxime no mundo moderno, ao aprimoramento do conhecimento humano, malgrado a existência de algu... (Continua)

Opções
  • 1
  • Pagina: 1 de 1

Redes Sociais



LEGJUR.COM - Vade Mécum Digital 2005-2014 © Todos os direitos reservados.